Cristo na Santa Escritura

Cristo proclama em seu Evangelho: "Não penseis que vim revogar a Lei e os Profetas. Não vim revogá-los, mas dar-lhes pleno cumprimento" (Mat 5, 17). Jesus indica, então, de que forma a Nova Aliança que Ele inaugura se fundamenta na Primeira Aliança, contida na Lei e no que foi referido pelos Profetas até a Sua chegada. Pois, a Lei e os Profetas anunciavam a vinda do Messias-Salvador a Israel e preparavam o povo eleito a reconhecê-Lo quando chegasse.

Portanto, Cristo Jesus, o Messias, está no centro das Sagradas Escrituras, visto ser Ele, de igual forma, Aquele em quem são cumpridas as Promessas anunciadas ao povo eleito na Primeira Aliança e, igualmente, Aquele, por meio do qual se inicia a Nova Aliança com Israel, selada em sua Encarnação messiânica. Como formulado pelo antigo adágio, segundo a admirável fórmula de Santo Agostinho, o Novo Testamento está oculto no Antigo, e o Antigo está desvelado no Novo.

 

"O Novo se esconde no Antigo e o Antigo se revela no Novo" (Santo Agostinho, Hept. 2, 73: PL 34, 623)

Por privacidade, por favor, use somente o primeiro nome
 
Por favor, insira o seu e-mail para ser notificado assim que sua intenção de oração for solicitada Seu primeiro nome será enviado para a pessoa que pediu intenções de oração