Continente Americano

Maria chegou às Américas com os primeiros grandes navegadores, os que descobriram o Novo Mundo, no final do século XV. Em 1992, o Papa João Paulo II visitou o continente americano quando da comemoração do quinto centenário de sua evangelização (1492). Efetivamente, foi em 1492 que Cristóvão Colombo, chegando, por acaso, ao largo da América Central, percebeu, da ponte de seu navio – cujo nome era, providencialmente, "Santa Maria" – as margens deste "novo continente", que logo foi batizado de  as "Américas".

Da América Latina...

Assim, foi, sobretudo na América Latina (Central e do Sul), que se desenvolveu, inicialmente, a fé católica e sua devoção mariana: contamos, hoje, com  numerosos santuários dedicados à Santa Virgem (os mais freqüentes, sob o vocábulo de sua "Imaculada Conceição") nestas terras onde multidões – caracterizadas pelo impressionante fervor – e que chegam aos milhares, ao mesmo tempo(!), comprimidas, participam dos grandes encontros espirituais da Imaculada Mãe de Deus. Basta citar o santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, no México, para que possamos avaliar tal fato!

... na América do Norte

Quanto ao subcontinente da América do Norte, a devoção Mariana surgiu, graças aos missionários espanhóis e franceses, a partir do século XVI. Maiormente, no Sul e no Canadá:

  • nas províncias do Sul dos Estados Unidos atuais (Novo México, entre outras) os Indígenas foram evangelizados à larga, a partir de então, devido à implantação das missões católicas vindas da Europa;
  • no Canadá (francês), a primeira colônia católica foi erigida no século XVII, na cidade denominada Ville-Marie" (Vila Maria), naturalmente, em honra à Santa Virgem. Encontramos, entretanto, num mapa da Terra Nova, datado de 1527, os nomes de Notre Dame Bay, Conception Bay e St. Mary´s Bay (Baía de Nossa Senhora, Baía da Conceição e Baía de Santa Maria). Três enseadas ou golfos, nas costas Este e Sudeste (Sueste?)da região...

Imagina-se que estes nomes tenham sido escolhidos por um explorador português chamado Gaspar de Cortereal. Mas, é bastante conhecida, igualmente, a aventura de Jacques Cartier, navegador francês que deixou Saint Malo para explorar os mares do Norte, embarcando no navio "Maria, Estrela do Mar", tendo, em 1534, chegado, efetivamente, à Terra Nova, às margens de Labrador, de onde se originou uma pequena colônia, que em 1642, deu origem à  fundação da "Ville-Marie" (no Canadá).

A partir do final do século XX, renasce o fervor católico e Mariano

Bem depressa, a Reforma protestante irá liderar grande parte da América do Norte, quando, paralelamente, será fundada, sob a autoridade dos dirigentes originários da Igreja Reformada, a Federação dos Estados Unidos da América. Constata-se, contudo, desde o final do século XX, o reflorescer do fervor católico e Mariano na América do Norte, principalmente no que diz respeito à jovem geração, por um lado, graças à imigração contínua das populações latino-americanas, para os Estados Unidos; por outro, graças ao impacto causado pelas visitas apostólicas do Papa João Paulo II.