Panorama de sua vida

A pequena Virgem de Nazaré tem um lugar excepcional no plano de salvação de Deus. Seu destino singular na história da humanidade está anunciado desde as origens e a sua obra prossegue até ao fim dos tempos.

“Jesus Cristo é o centro do cosmos e da história” (João Paulo II Redemptor Hominis 1979, §1).

Maria foi associada a Jesus nas profecias do Antigo Testamento; no momento da “plenitude dos tempos”, o seu “sim” permitiu a Encarnação de Deus feito homem e, em Nazaré, sendo  mulher, Maria acompanhou quotidianamente os trinta primeiros anos da vida terrestre de nosso Redentor. Posteriormente, ela acompanhou e viveu todos os eventos da salvação que Jesus trouxe ao mundo. Maria foi sustentáculo da Igreja nascente e assim permanece e permanecerá  até ao termo da História.