Vida em Nazaré

Nazaré é, ao mesmo tempo, o lugar sagrado da Encarnação e um lugar do quotidiano...

Nazaré! Este é o nome de um lugar na terra, sem igual na história: o lugar onde Deus se encarnou no seio de uma Virgem. A Virgem Maria aí vivenciou o dia-a-dia de todas as mães. Sua vida era humilde e dedicada a Deus por meio das ocupações diárias: cuidados com a casa e o jardim, apoio a José em seu trabalho, educação de Jesus, oração em família e na Sinagoga, vida social e relacionamento com a vizinhança.

Como todas as mães... Entretanto, tendo como filho Aquele que será o Salvador do mundo! Assim, é em Nazaré, rodeado pelo desvelo de Maria e de José, que o Verbo de Deus feito homem viverá os trinta primeiros anos de sua vida terrestre (de sua “vida oculta”), onde iría se desenvolve toda uma espiritualidade da vida familiar; a espiritualiídade de Nazaré, bem simples e modelo perfeito para nossas famílias.

Um grande número de vestígios arqueológicos da época de Cristo, descobertos na Galiléia e em toda a Palestina, muito contribuíram para que se possa representar concretamente o que foi a vida da Sagrada Família. Muitas histórias da época de Cristo fazem, igualmente, referência à existência de “Jesus, o Nazareno”, na Palestina, sob Tibério – o imperador romano de então – testemunhando, destarte, a realidade histórica do Evangelho.

Descubramos, pois, abaixo, o viver quotidiano de Maria de Nazaré, os vestígios concretos de sua história e a espiritualidade de Nazaré...