Cristo na Sagrada Escritura

Cristo na Sagrada Escritura

Cristo proclama no seu Evangelho : "Eu não vim revogar, mas cumprir" (Mat 5,17), indicando assim como a Nova Aliança, que Ele inaugura, tem por fundamento a Primeira Aliança, a contida na Lei e nos Profetas até Ele. Pois a Lei e os Profetas anunciavam a Israel a vinda do Messias-Salvador e preparavam o povo eleito para O reconhecer quando Ele viesse.

 

Assim Jesus Cristo, o Messias, está no centro das sagradas Escrituras, uma vez que Ele é, ao mesmo tempo, Aquele a quem conduzem as promessas anunciadas ao povo eleito na Primeira Aliança, e Aquele por quem começa a Nova Aliança com Israel, firmada na sua Incarnação messiânica. Como o formula o velho adágio, segundo a admirável formula de santo Agostinho, o Novo Testamento está escondido no Antigo, enquanto que o Antigo é revelado no Novo:

 

"O Novo esconde-se no Antigo e no Novo o Antigo se revela" (S. Agostinho, Hept. 2, 73 : PL 34,623)